Blog

[Maionese Crítica] Elza Soares – Em novo e inspirador trabalho, cantora se supera e traz obra marcante para a MPB.

[Maionese Crítica] Elza Soares – Em novo e inspirador trabalho, cantora se supera e traz obra marcante para a MPB.

Gabriella Riot

maio 29th, 2018

Sem comentários

Crítica: Elza Soares

Álbum: Deus é Mulher

“Novo álbum de “Elza Soares”, consagra a nova era da cantora conduzida pelo seu grito contra uma sociedade cada vez mais opressora e atrasada. Esbanja energia em homenagear a “era” das mulheres com engajamento e com enorme talento ao se sobressair em todos os temas possíveis abordados nesse trabalho. Se no aclamado álbum anterior “A Mulher Do Fim Do Mundo” (2015) ela demostrou seu poder em letras que denunciavam um mundo machista, preconceituoso e arredio a diversidade, nessas novas canções ela celebra as mulheres em forma de protesto e letras atemporais com enorme talento e sonoridade. Logo no começo ela canta em “O Que Se Cala” que a voz não deve se calar e tenta em tom otimista dizer que a luta é constante pela liberdade de pensamento. “Exú nas Escolas” já chega com bastante energia para gritar contra a intolerância religiosa e a hipocrisia. “Banho” vem em seguida com uma pegada meio eletrônica para cantar a liberdade religiosa e sexual também abordada em “Eu Quero Comer Você”  com o poder da mulher de controlar seu corpo, desejos e prazeres. “Lingua Solta” segue como um bolero moderno sobre o fim dos tempos. O tom político de “Hienas na TV” chega quase como um hino contra os políticos. “Clareza” traz a melancolia necessária para a reflexão sobre os tempos atuais.  “Um Olho Aberto” novamente flerta com a liberdade sexual e “Credo” com a liberdade religiosa. “Dentro de cada um” mostra o empoderamento do lado feminino presente em todo mundo. O trabalho se encerra dignamente com “Deus Há de Ser” com toda a força em dizer “Deus é Mãe”. A música brasileira nunca mais será a mesma enquanto “Elza Soares” representar o grito de quem merece voz e nunca irá se calar. Esse álbum certamente entra para a história da Música Popular Brasileira como poesia da representação atual de nossa luta diária contra o retrocesso. ESPLÊNDIDO!”

 

TOP 5 Meu Hype de Deus é Mulher:
1. Dentro de Cada Um
2. Exú nas Escolas
3. Banho
4. Hienas na TV
5. Deus Há de Ser

 

Cotação: EXCELENTE

 

Escute no SpotifyYouTube e outros!

 

Por Sérgio Ghesti

Fotos: Reprodução

Confira nosso Programa MEU HYPE – Cultura Pop – Todas as Quintas-Feiras, ás 22hs na Rádio Maionese Alternativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
MENU